quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Magusto no Campo Frio (Aranhas ) 1961

O Colégio de Medelim tinha iniciado a sua actividade há pouco tempo.
Diariamente o Zé Maria, condutor de excelência da velha carrinha VW de 9 lugares... que muitas vezes chegava a transportar mais do dobro da lotação, percorria as aldeias vizinhas e, desde cedo, ia transportando para Medelim alunos, provenientes desde a Benquerença (Penamacor ), até outros de S. Miguel De Acha ou Monsanto e Salvador.
Por toda a parte era visível na freguesia de Medelim um movimento e animação, até então desusados. A população acarinhava, e de que maneira... , os estudantes.
Como já referi noutro local, eu não pertencia ao grupo de alunos, nesse ano, mas isso não invalida que vibrasse com toda aquela vivência e tivesse, como tive, participação activa em tudo o que envolvesse a rapaziada.... Lembras-te, Salvado, Toscano, Quim Miguel, Dionísio Borges, Robalo, Mesquita, Carvalhão...etc, etc Que me desculpem os mais novos não referir aqui os seus nomes, alguns que felizmente conheço bem.
magusto - 1961
Para revivermos momentos desse início de uma nova vida, aqui vão duas fotos de um dia de Magusto no Campo Frio (Aranhas )em 1961. Quem se lembra do descapotável do Padre Albino?! E tu, Professor Serrano, que andavas por alí a fazer ?!... Foi um dia inesquecivel.
Houve castanhas, jeropiga, vinho (muito...) e muita animação...
Para aqueles que comigo privaram de muito perto, Rui Candeias e Fernando Moreira, já falecidos, vai a minha eterna saudade.
Muitos outros, também presentes, espero que sejam facilmente identificados: Manuel Salvado, Lourdes Salvado, Antero, Jorge, Quim Miguel e duas jovens? António Serrano, Leonilde, Salete, Rolo, Rui Candeias (Falecido)...etc, etc.
Um abraço para todos. Jorge

2 comentários:

Prohensa, j. adolfo disse...

Com este "post" sobre o magusto de 1961 alargamos o número de colaboradores do blogue, que aos poucos vai crescendo e, assim, enriquecendo o nosso espólio e reavivando as nossas memórias!...
Eu sou ligeiramente mais novo e na fotografia da esquerda só reconheço António Serrano, que viria a ser meu professor da 2.ª classe em 1963/64...
Na foto da direita já nem do descapotável do P. Albino me lembrava... só me lembro de uns anos mais tarde ele ter comprado um DKW, que eu tive que empurrar algumas vezes no Adro da Igreja de Proença, porque o calambeque, de quando em vez, recusava-se a pegar!...
Quero desejar as boas-vindas ao Jorge Passos, ao grupo dos bloguistas do Colégio de Medelim!

António Serrano disse...

Oh! Jorge! Que entrada!
Duas fotos excelentes a trazer recordações inesquecíveis, mesmo de grandes amigos que já partiram. Nomeaste o Rui e o Fernando, da nossa criação e da nossa Aldeia, mas também o João Vaz, das Águas.
No descapotável penso reconhecer as duas irmãs Lurdes e Zezinha Faria, a primeira casada com o Figueira, em Penamacor, e a segunda casada com o Alberto, filho do nosso Prof. Teodósio.
Na do magusto, 1 de Dezembro de 1961, Campo Frio, reconheço a sobrinha do Padre Albino, Esmeralda, talvez, a Isabel Trigueiros, a Salete Farias, a Ester, o João Vaz, a Isabel (de AB, encontrei-a, em S. Tomé, casada com um sargento da Marinha). Fica apenas uma por identificar, lá ao fundo, que me parece a Guida Trigueiros, e tu já identificaste os restantes...
Só me faz pena que os mais novos, salvo as excepções que conhecemos, não se cheguem à frente...
Vamos lá... pessoal!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...